Crítica: Smallville - As Aventuras do Superboy



Clark Kent é um jovem aparentemente comum que vive em uma cidadezinha americana chamada Pequenópolis (Smallville). O que ninguém sabe é que, na verdade, ele veio de um planeta distante chamado Krypton, logo após este ser destruído. Durante uma chuva de meteoros em Pequenópolis, o casal Martha e Jonathan Kent encontra Clark ainda pequeno, e, como o sonho não realizado de Marta é ter um filho, eles decidem adotá-lo. Anos depois, Clark começa a descobrir que é diferente de seus amigos, e começa a questionar sua verdadeira origem. Ao mesmo tempo, ele apaixona-se por Lana Lang, uma garota que mora perto dele e estuda na mesma escola, mas que nunca lhe viu como nada além de um amigo. Lana possui um namorado, Whitney Fordman, que vai atrapalhar Clark ao descobrir sua paixão secreta por Lana. Mais Clark também possui amigos: São eles Pete Ross e Chloe Sullivan. E ele, claro, possui inimigos. Certo dia, ele acaba sofrendo um acidente e conhece Lex Luthor, um jovem rico e ambicioso que pode, apesar de não parecer, acabar se tornando um perigoso inimigo.

Em meio a tais acontecimentos, Clark viverá suas primeiras aventuras e começará a formar sua verdadeira identidade: A de um herói.






Todos nós, obviamente conhecemos o Superman, e pelo menos uma vez na vida já ouvimos falar de Smallville, mas há tanto preconceito embutido no nome que as vezes eu fico com medo de falá-lo. Sou uma fã assumida da série, e ainda não encontrei alguém (que não seja da minha família) para eu compartilhar esse vicio. Aqui em casa temos a coleção completa das temporadas (menos a última, por enquanto) que trata-se de 10 temporadas e já assisti, pelo menos, mais de uma vez cada episódio. As pessoas reclamam de ser maçante e que já sabem tudo sobre o Superman por causa dos filmes, desenhos animados e das histórias em quadrinhos, mas Smallville é uma série e nada se compara a uma série. Lembro quando minha mãe comprou a primeira temporada e eu morria de preguiça de assistir o primeiro episódio, mas bastou isso para eu viciar. Os personagens são maravilhosamente envolventes, eu sou apegada a cada um deles. E há tanta, mais tanta história, com romance, aventura, suspense, ação. Há tudo de bom nessa série. É impossível não se encantar com Clark Kent e suas aventuras. O SBT é campeão em fazer as pessoas odiarem as séries, colocando temporadas avulsas que as pessoas assistem, não entendem nada e já começam a odiar. Essa é, com absoluta certeza, uma das minhas séries favoritas. Obrigada mãe, por comprar e me viciar nessa série!

E aí, já assistiu? Comente conosco, adoraríamos saber sua opinião!


Beijos, Giovana

3 comentários:

  1. Eu sou APAIXONADA por essa série e já assisti todas as temporadas. Fiquei muito triste quando acabou, meio órfã, sabe? Foi a melhor série que já assistimos aqui em casa!!!

    ResponderExcluir
  2. Tb sou paixonada por esta série! Fiquei tb orfã quando terminou!

    ResponderExcluir
  3. Eu adorava Smallville! Era o momento mais esperado do meu domingo... Não consegui assistir a série toda por conta da malvada rede sbt... Mas vi o último episódio e confesso que quando acabou fiquei triste.

    ResponderExcluir