Resenha: Bande à Part (1964)

 Bande à Part (1964)

Direção: Jean-Luc Godard
Duração: 97 minutos
Gênero: Drama/ Policial

Sinopse
Dois rapazes tentam convencer uma garota a furtar quantia em dinheiro guardada no quarto de seu patrão, enquanto um deles vive com ela um pequeno romance.

Trailer


Avaliação

Bem, estou apaixonada pela Nouvelle Vague, desculpem-me.
O filme deixa de lado os títulos de bandido e mocinho, no final você não sabe mais quem é o que e se deveriam ser titulados como tais. A cena da dança é a melhor (desculpem pelo spoiler, mas precisava falar). É complicado definir a relação entre os três, quem está relacionado romanticamente com Odile e quem não está. Todos os três são personagens complexos, e muitas vezes não entendemos suas ações, e isso os torna mais reais. Por isso achei o filme tão bom. Se gosta de Nouvelle Vague ou Godard (que é praticamente a mesma coisa) precisa assistir. E novamente, me desculpem pelo spoiler, mas a coisa que eu mais quero fazer na vida agora é correr pelo Louvre.

Beijos,
Ananda (:


Nenhum comentário:

Postar um comentário