Resenha: Now is Good (2012)

Now is Good (2012)

Duração: 103 minutos
Direção: Ol Parker
Gênero: Drama

Sinopse
Tessa, é uma adolescente de 17 anos apaixonada pela vida. Diagnosticada com uma doença terminal, ela decide fazer bom uso de cada momento fazendo uma lista de coisas que uma adolescente normal iria experimentar. Com a ajuda de uma amiga, ela começa a pôr em prática os itens da lista e, enquanto seus pais e seu irmão lidam com o medo de perdê-la de suas próprias maneiras, Tessa passa a explorar um mundo novo e viver cada dia o mais intensamente possível. No entremeio, a garota se apaixona por Adam, seu novo vizinho, item que não estava na lista mas que se prova a mais revigorante experiência de todas.

Trailer


Avaliação

Bem, o filme é basicamente bom, a história é linda (chorei, como todos os filmes envolvidos com câncer ou algo assim), mas extremamente clichê. Sim, a atuação de Dakota e do Jeremy são maravilhosas, mas sinceramente? Estou cansada de filmes sobre doenças terminais iguais. Sempre a mesma coisa. Nada de inovador ou de diferente. É como se eu estivesse assistindo Um Amor para Recordar ou Inquietos (que alias, você deveria assistir em vez de Now Is Good). Não sei se o livro ( Before I Die) é melhor, não o li ainda, mas espero que seja, porque o filme foi decepcionante. Bem, as três estrelas foram pela atuação, fotografia e trilha sonora (que é realmente muito boa). Se você gosta desse tipo de filme, e não se cansa de assistir a mesma história várias vezes com atores diferentes, divirta-se. Vou terminar essa crítica com a música "I Know You Care" da Ellie Goulding (uma das minhas cantoras favoritas) que foi escrita para o filme.


Beijos,
Ananda (:



Nenhum comentário:

Postar um comentário